Cursos/Oficinas

História da Arte e Psicologia Analítica

curso de especialização presencial UNIP

http://www.posunip.com.br/curso-detalhe/historia-da-arte-e-psicologia-analitica/sp/sao-paulo/curta-duracao/presencial/10615/POS/

Grupo Arteterapêutico de livre expressão.

Encontros semanais em grupo de livre expressão e experimentação dos diversos materiais e recursos.

Oficina Terapêutica: Trajetória

Somos feitos de muitas histórias; nossas e das nossas famílias, como uma colcha de retalhos, que é construída por partes, pedaços coloridos de panos, costurados um a um.

“Todas as mulheres têm histórias pessoais tão abrangentes e poderosas quanto a força espiritual existente nos contos de fadas.” (Estés, 1994. pg 462. Mulheres que correm com lobos)

Olhar para o passado não é ficar preso a ele, remoendo possíveis feridas, mas perceber a riqueza da sua história e reconhecer, com olhar amoroso,sua herança, os acontecimentos significativos da sua vida. Muito do que se vive no “presente” quanto a nossas demandas emocionais pode ser compreendido visitando a biografia pessoal.


Em encontros semanais, construiremos nossa história pessoal, através de símbolos com o bordado, pintura ou desenho em tecido, que representem os momentos significativos da vida de cada um.


IMG_4172IMG_4157
IMG_4176

Oficina: A IMAGEM NO ABSTRATO

(Oficina arteterapêutica de telas abstratas)

Os encontros com duração de duas horas com grupos de no máximo seis pessoas.
1ª parte: Apresentação do material disponível:

* Tela
*Tinta acrílica
*Massa acrílica
*Água
*Pinceis e rolos
Falaremos sobre a escolha das cores, o uso do pincel (a posição usada para conseguir diferentes efeitos), o uso da água para um fluir mais livre da tinta e a massa acrílica para criar efeitos texturizados na obra.

2ª parte: Relaxamento:
Como a oficina não é uma simples aula de pintura, é importante iniciar o processo com um pequeno relaxamento através da respiração e o pedido para que ninguém converse durante o processo.

3ª parte: Finalização:
Com a finalização da pintura, ainda em silencio cada um deve observar sua obra, formas e cores e escrever sobre o que a imagem fala. O que aqueles símbolos representam, quais sentimento evocam, o que as cores dizem. A escrita ao fim de um processo arteterapêutico estrutura e permite um diálogo interno entre o símbolo e a assimilação do mesmo.

4ª: parte: Roda de conversa: Uma roda de conversa para falar sobre o que surgiu e apresentar a obra ao grupo.


Vamos brincar com as cores, com o movimento da vida. Buscar fazer com que as cores se misturem, e tudo fique mais leve. Se o universo tem todas essas cores e movimentos, nós também temos tudo isso dentro da gente. Até porque fazemos parte dessa natureza.

10686763_760833374001624_253833135428211010_n

 

 

 

10989149_777841705634124_5168364425437413304_n10408588_760834040668224_2554573517966192056_n

 

 

 

 

 

 

Oficina: Vasalisa, A boneca no bolso – Nosso instrumento intuitivo

Oficina: Vela e o fogo transformador

A vela apresenta o elemento fogo. O fogo traz a iluminação e transmutação de energia. Nesse encontro faremos velas artesanais e simbolicamente transformar energias que de algum modo se encontram estagnadas em nossa vida.

Anúncios